Menu

Modos de sobrevivência em tempos de crise

janeiro 9, 2019 - Uncategorized

Por Bárbara Buril

As crises, sejam elas econômicas, políticas, sociais ou simplesmente pessoais, nos exigem um posicionamento. O que fazer quando nos deparamos com as grandes e pequenas fissuras na terra sobre a qual apoiávamos dois pés, um esqueleto e uma alma (quando a terra nos lembra que, antes de tudo, ela é pó)? Como lidar com a cicatriz regressiva de um tempo que, ao invés de curar as feridas, adota o movimento inverso de rasgá-las ainda mais? Como resistir ou, pelo menos, sobreviver ao esfacelamento das estruturas, à proliferação das ruínas, à corrupção do espírito, à falta de humanidade, à decadência do humanismo, ao abandono? A jornalista e pesquisadora Charlotte Beradt, o cineasta Robert Bresson e o filósofo e historiador da arte Didi-Huberman nos oferecem respostas distintas para essas perguntas em obras tão distintas esteticamente quanto semelhantes em seus questionamentos éticos.

Para ler o artigo completo clique aqui

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of