Menu

Fragmentos de Hipnos René Char

novembro 6, 2017 - destaques
Fragmentos de Hipnos René Char

Seleção e Tradução: Fernando Vidal Filho

Revisão: Fernanda Murad Machado

Durante a Ocupação alemã na França, René Char tomou o partido da Resistência: ele foi essencialmente, voluntariamente, o capitão Alexandre, chefe de um maquis. Quando a Guerra terminou, trabalhou no que escreveu durante esses “anos essenciais”, em que nada publicou. Em 1947 saiu Feuillets d’Hypnos (1943-1944). Nos “aforismos estranhamente abruptos” de Char, Hannah Arendt reconheceu, condensada, a “essência do que vieram a significar quatro anos na Résistance para toda uma geração de escritores e homens de letras europeus”.

Leia o artigo aqui

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of